O vice-governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) recebeu ontem, no Palácio Guanabara, uma comissão de moradores e comerciantes das Ruas Elias Geraidine e Orlando Brandão, onde aconteceu o desabamento de três prédios e outros estão interditados, para discutir a situação das 42 famílias que estão desalojad ase dos comerciantes que perderam seus negócios. Participaram da reunião a deputada estadual Inês Pandeló (PT) e os vereadores Cláudio Cruz, o Baianinho (PV), Marcelo Borges (PT), José Maurício (PT), Vicentinho (PSB) e Zé Abel (PMDB). Representando os moradores e comerciantes, estavam Gelda Alves de Paiva Lima, Andréia Pereira de Brito, Denair Pereira e Luiz Fernando Dias.  

Pezão assegurou que o Estado dará todo o apoio necessário para os moradores, mas pediu cautela e não estipulou um prazo para a retirada das terras e dos entulhos e para desinterditar as ruas, que são as reivindicações mais imediatas dos moradores. Segundo ele, os técnicos do Departamento de Recursos Minerais do Estado do Rio (DRM-RJ) estão trabalhando exaustivamente no caso, mas que qualquer ação a ser tomada na rua precisa aguardar a conclusão do laudo.

- Vamos oferecer todo o apoio necessário, os maquinários, mas precisamos agir com muita cautela. Os técnicos ainda não chegaram ao motivo do deslizamento e talvez novas interdições tenham que ser feitas. Estamos fazendo de tudo para garantir a segurança dos moradores – explicou o vice-governador.

Pezão informou também que a Secretaria de Estado de Ação Social fará um levantamento entre os moradores para avaliar a possibilidade da concessão de aluguel social. Ele se colocou também a disposição para tentar junto ao BNDES a liberação de um crédito emergencial para que os comerciantes possam se restabelecer em outros locais. Essa foi a solução adotada na Região Serrana do Rio, na tragédia que aconteceu no início do ano.

O presidente da Câmara, Baianinho, agradeceu ao vice-governador por ter recebido prontamente os moradores e afirmou que a Câmara Municipal continuará acompanhando de perto a questão.

- Pezão foi muito solicito ao receber todos os moradores e assegurou que não envidará esforços para ajudar. Estamos diante de uma situação preocupante, que exige união do Poder Público e de toda a sociedade para encontrar uma forma de amenizar o sofrimento dessas famílias – afirmou.

O vereador Marcelo Borges, que é morador da Rua Jorge Elias Geraidine, demonstrou preocupação com as famílias afetadas pelo problema. "Estamos diante de uma situação extremamente delicada. Os moradores precisam retomar as suas vidas com a segurança de que as causas do deslizamento serão investigadas e os responsáveis punidos", destacou.

::: Sessões da Câmara

16 Out 202009:00AM -
Sessão
15 Out 202009:00AM -
Sessão
14 Out 202009:00AM -
Sessão

::: Contato

(24) 3322-2652
(24) 3322-3752