Projeto de lei torna obrigatório o exame no segundo trimestre de gravidez

Os vereadores de Barra Mansa aprovaram, na sessão desta quinta-feira, o projeto de lei da vereadora Luciana Alves que obriga hospitais e maternidades públicas do município  a realizarem o exame de ultrassom morfológico, durante o pré-natal. O projeto especifica que o exame deve ser realizado sem nenhum custo para a paciente.

Este tipo de exame realizado entre a 18ª e 24ª semana de gestação permite  detectar possíveis malformações e doenças genéticas. Atualmente, pelo SUS, o exame só é realizado em casos específicos como suspeita de malformação do feto, baixo crescimento fetal, gestação múltipla, hipertensão ou diabetes gestacional, entre outros fatores.

A vereadora autora do projeto de lei destaca o caráter diagnóstico do exame, que permite diagnosticar precocemente algumas doenças.

- O Exame de Ultrassom Morfológico é de vital importância, porque permite detectar e identificar algumas doenças, como Síndrome de Down, Anencefalia, Hidrocefalia, Hérnia Diafragmática, Alterações nos Rins, além de anormalidades dos membros e cardiopatias congênitas. As unidades de Saúde mantidas pelo município passarão a dispor de uma ferramenta importante para o acompanhamento do exame pré-natal – justifica Luciana Aves.

Com a sanção do projeto pelo Executivo, o exame será incluído no calendário dos procedimentos no pré-natal das gestantes do município.

::: Sessões da Câmara

08 Out 202109:00AM -
Sessão
07 Out 202109:00AM -
Sessão
04 Out 202109:00AM -
Sessão

::: Contato

(24) 3322-2652
(24) 3322-3752