Foram entregues medalhas e diplomas de mérito a pessoas que trabalham pela igualdade racial

A Câmara de Barra Mansa realizou nessa quinta-feira sua última sessão solene de 2018, em alusão ao Dia da Consciência Negra. Durante a sessão, foram entregues medalhas e diplomas a cidadãos que trabalham diariamente a inclusão social e racial. A noite comemorativa, também foi celebrada como um momento de resistência e de conscientização quanto à necessidade de políticas publicas que diminuam a desigualdade racial. Além da expressiva participação popular, a sessão contou com a presença de autoridades, representantes de movimentos sociais, da vice-prefeita Fátima Lima, da presidente do COMUPIR, Silvana Maria Almeida de Carvalho, e do gerente de Promoção pela igualdade Racial de Barra Mansa, Walmiro Fabiano Júnior.   

O ex-vereador e atual subsecretário de Meio Ambiente, Cláudio José da Silva Cruz, o Baianinho recebeu a Medalha Zumbi dos Palmares. A Medalha de Mérito Maria Sacchi foi concedida a Rosângela Nogueira, conselheira do COMUPIR e coordenadora do acolhimento de menores de Barra Mansa. Vanete Maria Santos Andrade, que realiza atendimento espiritual e trabalho social em seu terreiro, foi homenageada com a Medalha de Mérito Thereza de Benguela. O Mestre Coquinho, instrutor do Grupo Abadá Capoeira e responsável por projetos culturais no CIEP 493, localizado no bairro Vista Alegre, recebeu a Medalha de Mérito Escrava Maria Moçambique.

A capoeira, expressão cultural legitimamente brasileira e desenvolvida pelos negros escravizados, foi também homenageada por meio dos mestres Vinte e Um e Tatu, que receberam diploma de honra ao mérito. A professora e pedagoga, Maria das Graças Silva Almeida, também foi homenageada com o diploma por seu trabalho profissional, social e religioso. O comunicador e ativista cultural,  Tico Balanço, foi homenageado com o diploma ao mérito por toda sua trajetória e falou em nome dos homenageados.

-Este evento pode não parecer importante, mas para nós, homenageados, forças vivas da comunidade e engajados na luta contra a desigualdade racial em nossa cidade e país, é um momento ímpar. Nós estamos aqui para reafirmar nossa posição na sociedade. A gente quer ressaltar a atuação de cada um para tornar a sociedade mais justa e igual para todos. E, gostaria de destacar a intervenção do vereador Luís Antônio Cardoso para que o espaço da Beira Rio, ao lado da câmara municipal,  recebesse o nome de Dona Paula Francisca de Jesus, uma grande negra que lutou pela cultura de Barra Mansa – declarou Tico Balanço.

O vereador Gilson de Assis Lopes destacou a importância de se falar sobre o racismo para mudar a realidade racial no país.

-É essencial conscientizar a população da importância dos negros para a construção de nosso país de nossa identidade cultural e social. Estudos comprovam que a violência contra a população negra é maior. Há ainda a disparidade salarial entre negros e brancos. Isso é fruto de um racismo velado, pois pouco se fala cobre o assunto – afirmou Gilson.

Para o presidente da câmara, vereador Marcelo Borges, é preciso lutar contra todo tipo de preconceito.

-É importante ir contra todo o tipo de preconceito existente na sociedade. Assumo um compromisso com todos os presentes, com a minha cidade e com minha região que minha vida política será sempre pautada pela luta contra o preconceito – declarou Marcelo Borges.

::: Sessões da Câmara

14 Nov 201809:00AM -
Sessões - Novembro/2018
13 Nov 201807:00PM -
Sessões - Novembro/2018
12 Nov 201809:00AM -
Sessões - Novembro/2018

::: Contato

(24) 3322-2652
(24) 3322-3752