Requerimento do vereador Thiago Valério requer informações acerca da educação em Barra Mansa, para maior fiscalização

Os vereadores de Barra Mansa aprovaram, na sessão desta terça-feira, requerimento que solicita informações ao Executivo sobre a atual conjuntura da educação no município. De autoria do vereador Thiago Valério, o pedido de informações solicita que o Executivo encaminhe à câmara o total da verba destinada à educação, incluindo o Fundeb, e sua utilização;  a quantidade de funcionários da área, incluindo os aposentados, e seus vencimentos; o total de escolas, creches e alunos matriculados; os projetos desenvolvidos pela Secretaria de Educação; a verba destinada à merenda, com a destinação para cada escola, e a cópia integral do processo licitatório que contratou a empresa fornecedora de refeição nas escolas e creches do município.

De acordo com Thiago Valério, o requerimento é necessário para que os vereadores possam tomar conhecimento da realidade da educação no município, a fim de fiscalizar e buscar soluções, melhorias e recursos.

-A Educação recebe verbas carimbadas, que tem destinação certa, assim como a Saúde, e precisamos tomar conhecimento da utilização destes recursos e das outras verbas da área, para podermos fiscalizar com mais clareza e objetividade. O requerimento vai ao encontro do trabalho transparente realizado pelo prefeito, desde o início do mandato – afirmou Thiago.

O vereador José Abel ressaltou a importância da fiscalização da merenda escolar.

-Uma das coisas que mais precisamos fiscalizar é a merenda, que há anos foi privatizada no município e permanece com inúmeros problemas. Em muitos casos, a terceirização só prejudica a população e não podemos permitir que a prefeitura pague caro pela merenda, sendo que os alunos consomem comida ruim – lembrou o vereador José Abel.

Para o vereador Elias Barbosa Romeiro, membro da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, que vem realizando visitas semanais às escolas municipais, as informações fornecidas pelo Executivo ajudarão a nortear as atividades da comissão.

-Hoje foi mais um dia de fiscalização nas escolas e estivemos na escola em Floriano, depois fomos a Rialto, pela estrada que liga os distritos. Pudemos constatar que parte dessa estrada está praticamente sem condições de ser usada, causando atrasos no transporte dos alunos dessa região – afirmou Elias, lembrando as diversas implicações que dificultam o acesso à educação.

O requerimento segue para o Executivo, que tem 15 dias para enviar as informações à câmara ou solicitar prorrogação do prazo.

::: Sessões da Câmara

19 Out 201707:00PM -
Sessões - Outubro/2017
18 Out 201709:00AM -
Sessões - Outubro/2017
17 Out 201707:00PM -
Sessões - Outubro/2017

::: Contato

(24) 3322-2652
(24) 3322-3752