O vereador Luiz Furlani utilizou a tribuna, durante sessão realizada na manhã desta quinta-feira na Câmara, para questionar as restrições no atendimento da UTI Neo Natal do Hospital da Mulher de Barra Mansa. De acordo com o vereador, a UTI foi fechada pela Organização Social responsável pela administração da Saúde.

-Verifiquei na tarde de ontem (quarta-feira) que a UTI Neo Natal do Hospital da mulher estava fechada, pois a OS está há três meses sem receber seu repasse. E as crianças que nascem com qualquer tipo de problema são direcionadas para a fila de regulação do Estado, sendo que possuímos uma UTI recém inaugurada, totalmente equipada, mas que não as atende por estar fechada. Entendemos que há falta de repasse mas tem serviços que são essenciais à vida. Um minuto para estas crianças pode causar danos irreversíveis – afirmou Furlani.

Para o vereador José Luiz Vaneli, esta é uma situação que necessita da união de todos os poderes para ser revertida.

-Não podemos admitir que a UTI fique fechada, sem atender à população de Barra Mansa. O município passa por uma crise financeira mas, neste caso, precisamos unir forças para reverter esta situação. Eu pessoalmente já precisei de uma UTI quando meus filhos nasceram e entendo como ninguém a importância do atendimento rápido ao recém nascido – justificou Vaneli.

O vereador Rodrigo Drable que o hospital está sem ambulâncias para, em uma emergência, transferir os recém-nascidos.

-O Hospital da Mulher dispensou há mais de um mês todos os motoristas e ambulâncias. Crianças morrem por falta de tratamento adequado. Além desta questão, temos a possibilidade de fechamento da Clínica de Doenças Renais no município, transferindo os pacientes de hemodiálise para o norte do Estado, pois em Barra do Piraí já não há vagas. Há pouco tempo o governo propôs o pagamento de um subsídio à clínica e regularização da dívida, para não cessar o atendimento. Mas, segundo informações, a proposta não vem sendo cumprida e a clínica pode fechar – afirmou Rodrigo Drable.

Após a sessão, os vereadores e a Comissão de Saúde da Câmara realizaram uma visita ao Hospital da Mulher e à Clínica de Doenças Renais, para verificarem as denúncias.

::: Sessões da Câmara

Sem eventos

::: Contato

(24) 3322-2652
(24) 3322-3752